sexta-feira, 14 de junho de 2013

PF: 534 vagas para nível médio

A Polícia Federal (PF) planeja divulgar a partir de agosto o edital do concurso para 566 vagas em cargos da área de apoio, sendo 534 para o agente administrativo, de nível médio, com remuneração inicial de R$3.689,77 (incluindo o auxílio-alimentação, de R$373). A notícia é positiva para aqueles que desejam ter mais tempo para se preparar para as provas da seleção, autorizada no último dia 22. O objetivo da PF é, se possível, nomear os aprovados ainda este ano.
Segundo informações da Coordenação de Recrutamento e Seleção (Corec) do departamento, o edital só deverá ser divulgado após a realização do processo de remoção interna de servidores, que deverá ser iniciado muito em breve e vai durar de dois meses a dois meses e meio. Sendo assim, a publicação só poderia ocorrer, no mínimo, de agosto em diante. O planejamento, no entanto, ainda precisa ser submetido à direção do órgão. O prazo para a divulgação do edital é de seis meses a contar da autorização, indo, portanto, até 22 de novembro.
Antes de divulgar o edital, a PF ainda terá, entre outros pontos, que contratar a organizadora do concurso e definir a distribuição das vagas que serão oferecidas. O departamento conta com unidades em todos os 26 estados do país e no Distrito Federal. O Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal (SinpecPF) defende que na distribuição seja contemplado o maior número possível de unidades, uma vez que a carência de profissionais administrativos é enorme em todo o país. O sindicato prometeu fazer pressão para que o edital do concurso seja divulgado o mais rápido possível.
Além das vagas de agente administrativo, serão oferecidas 32 vagas em cargos de nível superior, distribuídas da seguinte forma: 11 vagas para engenheiro, sete para assistente social, cinco para contador, quatro para administrador, três para psicólogo e duas para arquivista. Em todos os casos, os iniciais são de R$4.412,32,  incluindo o auxílio-alimentação. De acordo com a Corec, a maior referência para estudo é o concurso para a área de apoio realizado em 2004 pelo departamento, que foi composto, exclusivamente, de provas objetivas. Especialistas em preparação indicam ainda a seleção promovida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no fim do ano passado.
Para agente administrativo, a PF cobrou, em 2004, conhecimentos de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Atualidades e Conhecimentos Específicos. Já na seleção da PRF as questões versaram sobre Língua Portuguesa, Ética e Conduta Pública, Noções de Informática, Legislação Relativa ao Departamento, Noções de Matemática e Conhecimentos Específicos (Noções de Direito Constitucional, de Direito Administrativo e de Estatística).
FONTE: FOLHA DIRIGIDA 

Nenhum comentário:

Postar um comentário